Notícias

Configura abaixo todas as notícias publicadas em nosso site. Caso tenha alguma sugestão Clique aqui !


Equipe trabalha para retirar vagões e soja após trem descarrilar no Centro de Rio Preto

Funcionários da concessionária que administra a ferrovia no noroeste paulista, bombeiros e a Defesa Civil trabalham para retirar os dois vagões que descarrilaram no Centro de São José do Rio Preto (SP) nesta segunda-feira (27). O descarrilamento foi registrado pela câmera de segurança de um ônibus.A previsão da equipe é que os vagões sejam retirados durante a madrugada desta terça-feira (28). Os vagões serão levados para outro ponto e o pessoal ainda trabalha para a manutenção dos trilhos. As ruas General Glicério e Paul Harris continuam interditadas.Segundo a Rumo, concessionária que administra a ferrovia, passam por dia no local cerca de 20 composições. A linha férrea está bloqueada e algumas composições estão paradas na região aguardando a liberação da linha.Vários funcionários da concessionária passaram a tarde recolhendo a soja e consertando partes dos vagões. Segundo informações de um deles, o peso de cada vagão com a carga é de cerca de 90 toneladas.

Mesmo já sem risco, os bombeiros acompanham o serviço dos funcionários da empresa. Antes de eles começarem a mexer com maquinário pesado, os bombeiros fizeram uma vistoria na área, para ter certeza de que não havia vítimas debaixo da carga e dos vagões. "As rodas do trem se soltaram, não foi problema com os trilhos em si, o principal é que não há vitimas fatais", afirma Carlos André Lamin, coordenador da Defesa Civil de Rio Preto.Em nota, a Rumo, concessionária que administra a linha férrea no noroeste paulista, disse que a composição seguia do Mato Grosso para o Porto de Santos (SP). A nota disse também que "equipes da concessionária já estão trabalhando no local para retirada dos vagões e restabelecimento da linha. A Companhia está apurando as possíveis causas do acidente"Tragédia

Esta não é a primeira vez que um trem descarrila na área central de Rio Preto e provoca pânico nos moradores. Em novembro de 2013, um acidente com um trem carregado com milho atingiu várias casas no bairro Jardim Conceição e matou oito pessoas. Essa foi uma das maiores tragédias ferroviárias do Brasil.

Nove composições carregadas com milho descarrilaram por volta das 17h do dia 24 de novembro de 2013, no Jardim Conceição, em Rio Preto, atingindo duas casas e afetando outras duas. Foram confirmadas oito mortes, entre os mortos duas crianças (de 2 e 6 anos), quatro mulheres (uma delas grávida) e dois homens. Outras sete pessoas foram socorridas pelas equipes de resgate do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e encaminhadas para o Hospital de Base e a Santa Casa da cidade.







Copyright © 2017. Direitos de conteúdo reservados a:
RADIO CIDADE ALEGRIA FM

Mauritec