Notícias

Configura abaixo todas as notícias publicadas em nosso site. Caso tenha alguma sugestão Clique aqui !


Infestação de escorpiões atinge bairros de Rio Preto

Moradores de vários bairros de São José do Rio Preto(SP) sofrem com a infestação de escorpiões na cidade. Alguns aracnídeos foram encontrados nos quintais e até dentro das casas. O número de pessoas atendidas depois de serem picadas por escorpiões no Hospital de Base (HB) de Rio Preto aumentou nos primeiros seis meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2014, foram 36 atendimentos e neste ano foram 43, sete a mais.A operadora de caixa Mari Ferreira, moradora do bairro São Deocleciano, foi picada na semana passada. Ela lavava roupa quando levou a picada de um escorpião. O aracnídeo estava debaixo de uma meia. "Eu costumo olhar quando vou mexer no tanque porque sempre aparece, mas nesse dia, por incrível que pareça, não olhei. Ele me picou e já comecei a chorar e gritar, foi um desespero só." 

No mesmo bairro, outros moradores também encontraram escorpiões. A cabeleireira Márcia de Melo achou um quando saía de casa. "A gente está com muito medo porque tem muita criança no bairro, tenho filho pequeno e não tem explicação nenhuma para esse monte de escorpiões."O impressor William Eufrozino, que mora no Jardim Arroyo, ia colocar água para seus cachorros quando encontrou um escorpião amarelo grande. "Levei um susto, nunca tive uma surpresa desagradável assim. Meu maior medo são minhas cachorras." Ele acredita que o terreno baldio, ao lado da casa dele, tenha atraído os escorpiões.

Outro morador do bairro diz ter encontrado seis escorpiões no quintal de casa. O eletricista José Alves Moreira juntou os animais que encontrou em um pote. "Estavam no quintal da minha casa, no piso. Fui tirar o piso para rebocar e encontrei. Peguei o bicho e coloquei dentro do vidro com álcool."

De acordo com o biólogo Dino Vizoto, a espécie de escorpião encontrada pelo moradores é do tipo mais perigoso, o amarelo. "Essa espécie é neurotóxica, ou seja, ao levar a picada a pessoa recebe a injeção dessa toxina que promove dor de cabeça, visão perturbada, cólica intestinal e depois dispneia. Isso quer dizer o veneno pega até a parte pulmonar, o que pode levar o indivíduo à morte, se não houver a injeção de uma soroterapia." 

A Secretaria da Saúde de Rio Preto orienta para quem encontrar escorpiões ligar para o telefone 0800-770-5870.  Em caso de picada, a pessoa deve ir até a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) mais perto de casa. A aplicação do soro contra o veneno do escorpião é feita no Hospital de Base.







Copyright © 2019. Direitos de conteúdo reservados a:
RADIO CIDADE ALEGRIA FM

Mauritec