Notícias

Configura abaixo todas as notícias publicadas em nosso site. Caso tenha alguma sugestão Clique aqui !


PREFEITURA DE PAULO DE FARIA PARCELA DÍVIDA COM O INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA

A Prefeitura do Município de Paulo de Faria parcelou dívida de contribuições previdenciárias com o Instituto de Previdência do Município. O valor parcelado atinge o montante de R$ 953.563,02 (Novecentos e cinqüenta e três mil, quinhentos e sessenta e três reais e dois centavos) Referido valor será pago em 60 parcelas mensais e sucessivas, reajustáveis por índice oficial.

Segundo o Prefeito Mário de Felício Neto, o valor parcelado refere-se a períodos anteriores à sua posse. "Quando assumi o governo, em 12 de maio de 2015, havia um atraso com o pagamento das contribuições previdenciárias ao instituto dos funcionários. Em razão do valor, e da indisponibilidade financeira do município em honrar de uma só vez o pagamento, fomos obrigados a parcelar o débito. O recolhimento da contribuição previdenciária, além de obrigação legal, é fundamental para que o Instituto Municipal possa honrar com o pagamento de auxílios legais e a aposentadoria daqueles que já muito fizeram pelo nosso Município", disse o Prefeito.

Não bastasse o atraso com a previdência municipal, no atual governo foi saldada integralmente uma dívida com o INSS referente ao mês 03 e 04/2015 no valor de R$ 65.203,47 (sessenta e cinco mil duzentos e três reais e quarenta e sete centavos), também de administração anterior e que impedia o Município de obter valores vindos do Governo Federal, inclusive a contratação de convênios para melhorias no Município.
A dificuldade financeira do Município é outro assunto que preocupa o Prefeito Mário.

Segundo ele, a Administração Pública está com dificuldades para honrar alguns pagamentos, em razão dos compromissos deixados por administração anterior junto a fornecedores diversos. Além do que, o limite legal com os gastos da folha de pagamento dos funcionários está prestes a ser atingido, o que dificultará a Administração de rever e reestruturar os salários defasados de funcionários e cumprir com o aumento legal. Não havia, segundo o Prefeito, um planejamento de gestão e financeiro a ser seguido, o que está sendo feito atualmente, com reformas de veículos próprios, para fins de economizar com a contratação de terceiros, entre outros. "Vamos proceder aos consertos dos três ônibus próprios com aproximadamente o valor de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais), e economizar mais de R$ 30.000,00 (Trinta mil reais) mensais com o aluguel de ônibus; e assim por diante, em todos os setores estamos fazendo um trabalho de gestão para contenção de gastos", esclareceu o Prefeito.

"As dificuldades são imensas, mas com o trabalho árduo, responsável e eficiente, o Governo Municipal sairá dessa dificuldade", concluiu.






Copyright © 2022. Direitos de conteúdo reservados a:
RADIO CIDADE ALEGRIA FM

Mauritec