Notícias

Configura abaixo todas as notícias publicadas em nosso site. Caso tenha alguma sugestão Clique aqui !


Foi um anjo', diz mulher socorrida por policial que morreu em acidente

A promotora de vendas Mara Roberta Masson, de 27 anos, ainda tenta se recuperar do acidente que quase tirou sua vida. No dia 18 de junho, ela caiu de moto na Rodovia Washington Luiz, em São José do Rio Preto (SP), e foi socorrida pelo resgate da concessionária que administra a rodovia e por policiais que passavam no local. Mas uma carreta desgovernada acabou atingindo os socorristas e uma pessoa acabou morrendo. "Tenho duas datas de aniversário. Todas as pessoas que pararam para me ajudar são anjos da guarda. O policial que morreu para me ajudar foi um anjo da guarda. Ainda existem pessoas boas no mundo", afirma.

Mara mora em Mirassol (SP) e estava indo para uma reunião em Rio Preto. Ela afirma que, na rodovia, foi desviar de um objeto na pista, perdeu o controle da moto e acabou caindo. Policiais civis de Fernandópolis (SP), que passavam pelo local, pararam para ajudar. Um deles, que estava indo para São Paulo dar entrada na aposentadoria, morreu no acidente. Ao todo, dez pessoas ficaram feridas, dentre socorristas da concessionária da rodovia e dos bombeiros.

O curioso é que uma das vítimas do acidente era o tio de Mara Roberta. Ele é policial civil e estava junto com o outro policial que acabou morrendo. A promotora de vendas diz que não se lembra de nada do acidente, apenas de ouvir a voz do tio. "Ele não sabia que era eu. Ele chegou perguntando se estava tudo bem e se já tinham chamado o resgate, que estavam sinalizando a área. Quando ele viu que era eu, levou um susto. Não me lembro de mais nada porque só acordei no dia seguinte", diz.

Mara ficou oito dias internada no Hospital de Base em Rio Preto. Ela ainda tem consultas no hospital por causa de uma queimadura de terceiro grau na perna esquerda, além de uma fratura no tornozelo. Ela terá de passar por uma cirurgia plástica para recuperar parte da perna. "Agora é tentar me recuperar, ficar bem, e seguir em frente. Agradeço todos os dias a Deus pelas pessoas que pararam lá para me ajudar. Espero um dia conhecê-los pessoalmente", afirma.

O acidente
Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, um caminhão atingiu carros e motos que tinham parado na pista para prestar atendimento a uma mulher, após um acidente de moto. Um policial civil, de 68 anos, foi encaminhado para o Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos.

O acidente aconteceu na chegada a Rio Preto, próximo da base da Polícia Rodoviária. Enquanto homens das polícias Civil, Rodoviária e funcionários da Concessionária prestavam socorro à motociclista, uma carreta não conseguiu frear e acabou atingindo todo o grupo.







Copyright © 2022. Direitos de conteúdo reservados a:
RADIO CIDADE ALEGRIA FM

Mauritec